ENTREVISTA COM RESPONSÁVEL DA LITURGIA, OLÍVIO PEREIRA

É óbvio que a Comissão Litúrgica já traçou seu programa para o novo ano pastoral. Qual é a novidade?

A novidade será a promoção de uma jornada de formação continua aos leitores, prevendo-se último domingo de cada mês como dias de formação litúrgica, a partir de Janeiro.

Quais os aspectos a melhor a nível da Liturgia nesse novo ano Pastoral? 

Os aspectos a melhorar centram-se na qualidade dos leitores. Elas devem ser dirigidas em 1º lugar ao próprio leitor e aos crentes. Ler para que a Palavra de Deus penetre os corações dos que a ouvem seja na Missa seja através da Rádio.

Há meses o Pároco lançou um apelo solicitando mais leitores para engrossar o número como foi a reacção, satisfatória?

Há motivação e há gente interessada em integrar o Grupo dos Leitores. Contudo era bom reciclar os que já fazem leituras  com dificuldades antes de acolher novos. Com o Pároco vamos instituir mecanismos para  superar esses obstáculos e responderas novas demandas.

Quais os critérios exigidos para ser leitor?

Critério para ser leitor:

  • Ser maior de idade
  • Ser Crismado
  • Ser Casado pela Igreja Católica
  • Ter uma condita moral irrepreensível
  • Ter capacidade de leitura e boa dicção
  • Ter dom e domínio da Palavra.

Algumas pessoas acham os paroquianos da Sé Catedral um pouco fechados e menos interventivos em várias actividades. Se estiver de acordo o que sugere para melhorar essa situação.

 Concordo com a opinião. Contudo, é preciso compreender que a Catedral, em termos de localização, não é uma zona de residência, como acontece com outras Igrejas enfiadas nos bairros e que, por consequência, é mais fácil instituir aí comunidades religiosas paroquias.

A Catedral  é um centro por excelência de celebração litúrgica dominical e, por isso, ela acolhe, em cada um certo nível de cultura,  que quer alimentar a sua fé participando na Missa da Catedral que, por sinal é dada em Português.

Que alternativa?

Estamos a sensibilizar os fiéis a se integrarem nos 11 movimentos da Paróquia, e, pouco à pouco, vamos atingir esse objectivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *